De tudo, um pouco!

sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

Almôndegas (de Pão)


    Versáteis e super fáceis de fazer, essas almôndegas são uma delícia! Dá pra usar tanto como prato principal como no espaguete! Se quiser, você pode fritar ou não as almôndegas, depende do nível no regime na sua casa! Haha
    Para fazer, sigo essa receita:

Almôndegas (de Pão)

INGREDIENTES:
- 500 gramas de carne moída (acém, patinho, a sua escolha!)
- 1 cebola picada em pedaços bem pequenos
- 3 dentes de alho picados
- 1 colher de chá de sal
- 4 fatias de pão de forma sem casca, cotados em pedaços pequenos
- 1/2 xícara de mussarela ralada
- Oregano e pimeta do reito à gosto
- 500 de molho de tomate (como preferir)

PREPARO:
    Misture em um recipiente a carne moída, a mussarela, a cebola, o alho, o sal e os pedaços de pão até virar uma massa. Faça as bolinhas do tamanho que desejar. Aí você escolhe como quiser: ou frita as almôndegas e depois coloca no molho, para dar gosto, ou deixa as almôndegas cozinharem sozinha no molho de tomate. Se quiser fritar, o processo é simples: coloque as bolinhas no óleo fervendo, e quando começarem a dourar, separe e coloque no molho já quente. Se optar pela opção mais "light", é só mergulhar as bolinhas de carne ainda cruas no molho de tomate  quente e deixar cozinhar lá dentro. Servir como molho de massas ou como prato principal, junto com arroz, feijão, etc.

    Facinho, gostoso... Hmmm!

quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

Cookies com Gotas de Chocolate e Avelã



    Adorei essa receita! Como você deve congelar a massa, dá para ir assando aos poucos, na quantidade que preferir! Super prático! Ontem mesmo eu assei 4 biscoitinhos, só pra matar a vontade mesmo! É super saboroso, fácil, RÁPIDO, tudo de bom! Tirei de inspiração uma receita que achei no Sarau e Colher de Pau, o  blog da chef Beatriz Nomellini. Com leite fica uma delícia, gostinho de infância! Aí vai a receita:



Cookies com Gotas de Chocolate e Avelã


INGREDIENTES:
-170 gramas de margarina light
- 360 gramas de açúcar
- 2 ovos
- 1 pitada de sal (mais ou menos 1,5 gramas)
- 335 gramas de farinha de trigo
- 170 gramas de avelãs
- 280 gramas de chocolate meio amargo cortado em pedaços pequenos (ou gotas de chocolate)

PREPARO:
    Misture bem a farinha de trigo e a margarina na batedeira, até virar um 'farelo'. Acrescente o açúcar, o sal e os ovos. Misture bem até obter uma massa homogênea. No liquidificador, triture as avelãs, até virar um farelo. Então, misture, com a colher, as avelãs e o chocolate.
    Faça rolinhos (ou um só!) com a massa, de aproximadamente 4 centímetros de diâmetro cada. Envolva os rolinhos com papel filme. Congele, e quando for assar, corte o rolinho em fatias (mais ou menos 1 centímetro cada) , ainda congelado.
    Para assar, distribua as fatias sobre uma forma com papel manteiga, deixando espaço suficiente para os cookies crescerem e não grudarem. Deixe no forno por, mais ou menos, 20 minutos à 180°C, ou até que as bordas comecem a dourar.

terça-feira, 28 de dezembro de 2010

Antepasto de Berinjela


    Eu não gosto muito de berinjela, mas achei que esse era um aperitivo bem coringa. Muita gente gosta, e dá pra fazer muito de uma vez só, então dura bastante! Fiz essa receita para o chá de bebê do Lucas, com as quantidades da receita, e só foi acabar agora, no natal. Fica bem feio, mas quem comeu falou que ficou muito bom. Então eu confio né! Hehe
   Eu peguei a idéia AQUI, e como estou com preguiça de descrever o passo-a-passo (#fimdeano hehe), vou copiar aqui o post original da receita:

Antepasto de Berinjela

"    Descasque 2 berinjelas grandes e corte fatias no sentido do comprimento. O ideal é que sejam fatias bem fininhas tá? Depois, acomoda as fatias uma em cima da outra sob uma tábua e corte em tirinhas, também no sentido do comprimento. Vá acomodando as tirinhas já cortadas em um escorredor de macarrão e intercalando as camadas com bastante sal. Vamos explicar...
Você não vai cozinhar essa berinjela e esse processo do sal é que vai fazê-la reduzir e soltar aquela água escura, por isso o uso do escorredor sacou? 
Ok. Você faz isso com as 2 beringelas e deixa lá no sal por umas duas horinhas. 
    Em uma panela você coloca azeite honesto, bastante alho picado em pedaços grandes e umas duas cebolas em tiras. Deixa dourar, mistura um pimentão verde e um vermelho cortados em tirinhas também (o pimentão é opcional tá? eu usei dessa vez mas também faço apenas com a beringela). Refoga e acrescenta meia xícara de vinagre branco ou vinho. Espera o álcool evaporar, junta um punhado de alcaparras, folhas de louro, uvas passas brancas e pretas sem semente, azeitonas picadas, pimentinha de cheiro sem semente picada e bastante orégano. Refogue tudo até que os pimentões estejam cozidos. 
    Enquanto esse refogado está no fogo, pegue sua berinjela que a essa altura já soltou bastante água e lave bem em água corrente - é importante lavar bem tá? 
Em um pano limpo, coloque a berinjela e aperte/esprema até tirar toda a água que restou. Deslique a panela do refogado e junte lá a berinjela.
     Espere esfriar, coloque em um vidro e cubra toda a berinjela com azeite, cuidando para que não fique nada fora do azeite para que não embolore. 
    Pronto! Agora é só guardar na geladeira e tirar sempre um pouco antes de servir. "

Obrigada à Faby, do blog Rainhas do Lar. Sua berinjela foi muuuito elogiada aqui em casa!

segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

Sushi de Pão

    É difícil de imaginar, mas existe SIM quem não goste de comida japonesa! Essa receita é pra essas pessoas em particular! Fica uma gracinha e surpreende todo mundo, porque parece sushi de verdade. Apesar da meleca que é no final, para passar o gergelim, fica uma surpreendente, um aperitivo de primeira.
    É super fácil: pegue uma fatia de pão de forma, tire a casca e "abra" ele com o rolo de macarrão até ficar bem fininho. Só tem que tomar cuidado, pois quanto mais fino, mais frágil fica a fatia de pão
    O recheio, você pode escolher. Eu fiz de patê de frango: coloco um pouco de um patê de frango caseiro, depois uma folha de alface em cima. Depois, enrrole como se fosse um sushi e embrulhe o rolinho com papel laminado, para não abrir e "pegar" o formato. Mantenha o embrulho na geladeira por, pelo menos, 1 hora. Feito isso, é só desembrulhar e cortar em fatias, como um sushi!
    Aí vai a parte melequenta: para dar um "tcham" no sushi, é legal passar um pouquinho na maionese e jogar gergelim por cima. Fica com aspecto de sushi MESMO! É super criativo e gostosinho. Idéia legal para um chá da tarde ou reunião.
    Roubei a idéia do blog Panelaterapia! Acho que já deu pra perceber que eu sou fã das receitas dela, né? Haha

domingo, 26 de dezembro de 2010

Redução de Frutas Vermelhas



    Eu fiz essa calda pra servir de sobremesa na ceia de natal. Ficou incrível! O doce do sorvete e o azedinho da calda juntos ficam tudibão.
    Fui no mercado de frutas aqui na minha cidade pra procurar frutas vermelhas pra fazer a calda. Eu fui lá convencida que só ia achar morango mesmo, mas chegando lá achei blueberry e framboesas negras também. Ficou bem azedinho e quando eu falo que na calda tem blueberry e framboesa fica até mais chique!
    É fácil, rápido, dura muito e você faz na quantidade que quiser! Pra fazer essa calda da foto, eu usei 3 unidades de morango, 1 unidade de blueberry e 2 unidades de framboesas negras. A cada 2 xícaras de fruta, 1/2 xícara de açucar e 1/3 de água. É só levar ao fogo baixo até ficar quase no ponto de calda. Eu adorei, já planejei fazer calda de morango, maracujá, amora... Super simples, e dá uma super sobremesa! Delícia!

Feliz Natal!

    Pra mim, o natal é o melhor feriado do ano. Quando estávamos em outubro, eu já ansiava pela chegada do Natal. A família toda se reúne, todos são tomados por uma onda de boa vontade, uma alegria, algo que só acontece mesmo no natal. A mesa farta de comida gostosa, os abraços e o carinho dos familiares e amigos, todo mundo matando a saudade... Só no natal!
    Esse natal, eu ganhei um presente muito especial: o caderno de receitas da minha bisavó, Felicidade (vovó Dadinha, para os íntimos). Quando minha vó me deu o embrulho, eu não fazia idéia do que era. Quando abri, perdi o fôlego. Minha avó Dadinha, já falecida, sofria de alzheimer, não cozinhava mais nada. Não lembrava quem sou eu, quem é minhã mãe e nem quem é minha avó. Estava em uma cadeira de rodas, vivia em um asilo, quase não comia e não conversava. Mas, durante sua vida toda, foi uma cozinheira nata. Casos de como ela pagava consultas no médico com suas famosas tortas de frango, ou da vez quando ela lembrou que havia esquecido de colocar fermento no bolo que já estava no forno, tirou de lá, colocou o fermento, e voltou para o forno (e o bolo deu certo!) correm pela minha família. Realmente, foi algo muito especial. Me senti como se havia me sido passado uma relíquia, uma herança de família.
    Minha prima, Isabella, estava conosco nesse natal. Ela tem um ano e alguns meses, é o xodó da nossa família. Dessa vez, a novidade eram as musiquinhas. Agora que ela começou a falar (bem pouquinho!), também está cantando. Não tem como escutar ela cantando 'Marcha Soldado' e não ficar encantando. Ela alegrou o natal de todo mundo, cantando suas musicas, rindo e brincando com todo mundo.
    A presença da minha tia Lena, que eu não via havia uns 5 ou 6 anos, também foi algo que deixou esse natal muito especial. O reencontro de todo mundo foi muito emocionante. Também por esse ser o meu último ano morando aqui, com os meus pais, aproximou todo mundo. Estamos todos temendo a chegada de fevereiro, tentando antecipar o máximo possível a mudança. Por isso estamos tão unidos, aproveitando tanto. Foi realmente um natal muito bom, muito especial.
    Desejo a todos um ótimo natal, e um 'muito obrigado(a)'! Obrigado por lerem o meu blog, algo tão meu e tão estimado por mim, obrigado por estarem comigo, obrigado por esse ano MARAVILHOSO que foi 2010! Que 2011 seja muito melhor, um ano de muitas descobertas! Muita paz, alegria, família, comida gostosa e, principalmente, FELICIDADE para todos! Feliz natal!


video

terça-feira, 21 de dezembro de 2010

Torta de Liquidificador


Essa é a típica torta pra quando a geladeira tá cheia de restos de comida. Você pode usar um resto de carne moída, o resto de cenoura/batata/milho cozido, legumes do almoço de ontem, bem restôdontê mesmo! Se você fizer as combinações certas (vide Recheio), fica muito gostosa! A torta da foto é a de frango, mas a minha preferida é a de carne moída! Super prática, e fica de lamber os beiços! Haha


Torta de Liquidificador 

INGREDIENTES:
- 3 ovos
- 2 copos de leite
- 1/2 copo de óleo
- 2 copos de farinha de trigo
- 4 colheres (sopa) cheias de parmesão ralado
- 1 colher de sopa de fermento em pó
- 1 pitada de sal

PREPARO:
Massa: Bater todos os ingredientes no liquidificador até formar uma massa homogênea. Colocar metade da massa em uma assadeira ou pirex. Depois, colocar o recheio e o restante da massa por cima. Levar ao forno (170°C) por mais ou menos 40 minutos (ao até dourar).
Recheio:  Você pode rechear com o que quiser! É misturar os ingredientes e refogar. Alguma idéias que ficam gostosas:
- Carne moída, ervilha, tomate, azeitonas, cenoura cozinha, batatas cozidas, etc. (Minha preferida!)
- Palmito, tomate, cheiro verde e ervilha.
- Frango desfiado e refogado com tomate, cebola e demais temperos, palmito e batata cozida.

Frango Cremoso no Pão Italiano

DIVINO!! Antes de provar, eu nunca imaginaria que era TÃO bom! Eu não sei bem se é o vinho, se é a azeitona ou se é a mistura de todos os temperos juntos, mas esse pão recheado é simplesmente inacreditável, de tão bom que é! Entrou na lista dos meus pratos preferidos! Fiz no chá de bebê do meu afilhado e foi, de longe, o prato mais elogiado. Fiz duas receitas, só que em vez de colocar em dois pães grandes, coloquei em 10 pãezinhos italianos médios. Ficou uma graça! Recomendo muito, fica super saboroso, você não precisa se preocupar com acompanhamentos, o prato por si só já é um espetáculo. Mas, se quiser, pode-se servir com salada de folhas também. Tem como ser melhor?

Frango Cremoso no Pão Italiano


INGREDIENTES:
- 1 pão italiano (em formato de bola)
- 1 peito de frango cortado em cubos pequenos
- 1 cebola média
- 2 dentes de alho
- 100 ml de vinho branco seco
- 1 pote de requeijão cremoso
- 1 caixa de creme de leite
- 1 cenoura ralada
- 1/2 xícara de azeitonas verdes picadas
- 1 colher de manteiga
- 1 tablete de caldo de frango
- Azeite de oliva extra-virgem de boa qualidade
- 50g de queijo parmesão ralado
- Sal, ervas-finas ou oregano a gosto
- Água quente

PREPARO:
    Retire o tampo de pão italiano e remova toda a massa interna do pão, o 'miolo', tomando cuidado para não furar o fundo. Despedace o miolo e reserve junto a tampa.
    Em um panela coloque a manteiga com um fio de azeite e deixe esquentar. Acrescente a cebola já ralada e o alho. Refogue. Em seguida, coloque o frango cru picado em cubinhos de 1 a 1,5 cm cada um e frite. Assim que secar a água que a carne solta naturalmente, frite bem até grudar no fundo da panela. Regue com um pouco de água quente e misture. Assim que secar a água novamente, frite bem até grudar no fundo da panela, se necessário coloque mais um pouco de água quente. Esse processo deve ser repetido até que o frango esteja frito por fora e cozido por dentro. Coloque o caldo de frango e um pouco de água para que ele dissolva e incorpore na carne. Corrija o sal. Ao chegar nesse ponto, coloque a cenoura ralada e o vinho branco. Misture e deixe secar. Adicione as azeitonas, 3/4 do requeijão cremoso, o creme de leite, o parmesão ralado e a erva de sua preferência. Misture tudo e desligue o fogo. Essa mistura deve estar cremosa, quase líquida.

    Para a montagem, passe o restante do requeijão cremoso na parte interna do pão italiano. Misture o miolo reservado ao preparado de frango, despeje no interior do pão e feche com a tampinha, também reservada. Leve ao forno pré-aquecido, em temperatura média (180°C) por 10 minutos. Cuidado para não torrar o pão! Corte em fatias, sirva e aproveite!

domingo, 19 de dezembro de 2010

Bolo Picolé

Fiz esses picolés como lembranças para o chá de bebê do Lucas, meu afilhado. Foram o maior sucesso! A receita rendeu pra caramba, e ficou uma graça, um charme. É ótimo para festas de criança, dá para substituir bolos tradicionais, servir de lembrancinhas, muitas coisas. E é uma delííícia, muito surpreendente! Dá pra sentir o gosto de doce de leite bem suave, muito gostoso mesmo. Dá um pouquinho de trabalho, mas no final, dá um toque super especial na ocasião. Dá pra decorar com granulados, confeitos, tudo. Adorei!

Bolo Picolé

INGREDIENTES
Massa:
- 3 ovos
- 1 xícara de óleo
- 1 xícara de leite
-1 xícara de chocolate em pó com porcentagem de cacau (do padre)
- 1 xícara de açúcar
- 2 xícaras de farinha de trigo
- 1 colher (sopa) de fermento em pó
- Manteiga e farinha para untar a assadeira
- Palitos de sorvete

Recheio:
- 1 lata de leite condensado cozida (50 min. na panela de pressão)

Cobertura:
- Chocolate ao leite francionado (mais ou menos uma barra)
- Confeitos

Modo de Preparo:
     Bata todos os ingredientes da massa na batedeira, menos o fermento em pó, que deve ser misturado posteriormente com uma colher, sem bater. Transfira a mistura para uma assadeira média por, aproximadamente, 15 minutos, ou até que um palito de dente saia limpo ao ser espetado no bolo.
   Deixe esfriar, desenforme e esfarele bem o bolo com as mãos. A massa vai virar um farelo, e então misture, também com as mãos, a lata de doce de leite (leite condensado cozido) até que agregue por completo na massa.
   Faça Bolinhas de 50g cada e modele  no formato que desejar.
   Pique cerca de 200g de chocolate ao leite e derreta. No microondas, programe 1 minuto na potência máxima, retire e misture. Se necessário, repita o procedimento.
   Um por um, pegue os palitos de sorvete, passe a ponta no chocolate e espete nos bolinhos modelados. Leve à geladeira de 15 a 30 minutos.
    Derreta o restante do chocolate, conforme as instruções anteriores.
    Passe os bolinhos no chocolate derretido até que sejam cobertos por completo. Decore com confeitos de sua preferência. Coloque-os em uma assadeira forrada com papel manteiga e leve-os a geladeira, por minutos ou até que o chocolate da cobertura esteja duro.

Gastronomia Senac

    Eu sei que demorei bastante pra postar de novo, mas eu tenho um bom motivo! Eu estava uma pilha de nervos pois o resultado do SENAC (lembra do desse post, em que eu disse que fui prestar o processo seletivo em São Paulo?) iria sair na quinta feira, dia 16/12, às 14hrs. Eu estava super ansiosa e fiquei atualizando a site o dia todo, esperando o bendito resultado sair. No final das contas, o resultado só saiu as 19hrs, depois de muito custo e muitas reclamações. E - adivinhem! - eu passei! Quando ví o meu nome na lista me deu até tremedeira! Quero só ver, vão ter que me aguentar metida agora, quase uma chef profissional! Haha
    Agora que eu tirei o mundo das costas, tenho mais tempo para postar! Aliás, recebi uns comentários ultimamente, então tô bem feliz! Obrigada pessoal! :)

sábado, 11 de dezembro de 2010

Quiche de Alho Poró


Esse quiche fica simplismente divino. É incrível, todo mundo gosta! O recheio é simples de fazer e dá para trocar por frango, calabresa, quatro queijos, brie com damasco, o que preferir! A massa, se seguir a receita direitinho, também não tem erro! Eu só achei meio complicada abrir a massa e conseguir coloca-la na assadeira mas, no final, deu tudo super certo! Todo mundo amou e muita gente me pediu a receita!
Quiche de Alho Poró

MASSA:
- 150 gramas de margarina
- 1 copo de farinha de trigo (talvez um pouco mais)
- 1 gema
- 4 colheres de água
- 1 colher de sobremesa rasa de sal

Preparo:  Bata na batedeira a margarina com a farinha (até parar de grudar na mão), acrescente a gema, a água e bata bem. Pare de bater e trabalhe a massa com a mão, até ficar quase homogênea. Leve a massa para a geladeira por, no mínimo, 30 minutos.
    Retire da geladeira e abra a massa com a ajuda de um pouco de farinha e um rolo de abrir massa. Coloque a massa em uma assadeira (de fundo removível, de preferência) e leve para assar no forno (180°C) até começar a dourar.
    Obs.: Se você não tiver assadeira de fundo removível, pode forrar a assadeira comum com papel alumínio antes de colocar a massa. Quando for servir, é só puxar o papel alumínio que a quiche sai junto, intacta!

RECHEIO:
- 1 e 1/2 maço de alho poró cortado em fatias finas
- 1 colher de margarina
- 1 xícara de mussarela ralada ou picada
- 4 ovos
- 1 caixinha de creme de leite
- 2/3 de caixa de leite (use a caixa do creme de lite para medir)
- 4 colheres de parmesão ralado

Preparo:  Refogue o alho poró com a margarina, sal e pimenta. Retire do fogo e junte o queijo. Bata os ovos com um garfo/mixer, o suficiente para misturá-los. Acrescente o leite, o creme de leite, sal e pimenta a gosto e o queijo ralado. Misture bem. Coloque o alho poró na massa e, por cima, a mistura de ovos. Leve ao forno (180°C) até o creme endurecer e dourar um pouco.




O bom dessa receita é a sua versatilidade. Você pode servi-la tanto em um chá, quanto em um almoço/jantar, como prato principal. O recheio pode ser substituído por qualquer um, com a mesma facilidade. É um coringa!

domingo, 5 de dezembro de 2010

Othelo Bar e Restaurante

    Oi gente! Fui pra São Paulo esse fim de semana pra prestar o vestibular do SENAC, e aproveitei e passei o fim de semana. Como eu amo aquela cidade! A variedade de estilos, os lugares, as luzes, tudo me faz vibrar!
    Sábado fui jantar em um dos meus restaurantes preferidos lá, o Othelo. É um restaurante de cozinha contemporânea, muito saborosa, com um clima super gostoso. Ele existe desde de 2008 e fica no bairro Campo Belo. Vale a pena conferir, é super aconchegante. Dessa vez, comi um risoto com filetto e zaferano, divino! Comi até a barriga doer! Hehe


A Fachada
O endereço é Rua Jesuíno Maciel, 728 - Campo Belo - SP. O site é esse. Recomendo muito!

sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

Mini Caprese Aperitivo


  Tá aí outro aperitivo que eu usei no chá de bebê da minha tia e foi um sucesso. É super simples, fica uma delícia e todo mundo adora! É só cortar tomates cereja no meio, espetar em um palito de dente junto com uma folha de manjericão e uma mussarela de búfala pequena. Jogar um pouquinho de sal, e pronto. De preferrencia, deixe a mussarela de molho no azeite com sal um pouco antes, para pegar o gosto!

quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

Geléia de Pimentão

    Todo mundo que experimenta, ama! O sabor é super diferente e exótico, fica bom demais! E o melhor é que dá para você fazer bastante geléia de uma vez só, dura bastante! É ideal para servir com cream cheese e comer com torradinhas e pãezinhos.
   Para fazer, use 4 pimentões vermelhos sem sementes. Corte-os em pedaços pequenos e bata no liquidificador com um pouco de água (só o suficiente para virar uma pasta quase líquida). Coloque a pasta em uma panela, acrescente 3 xícaras de açúcar e leve ao fogo. Vá mexendo sem parar, até atingir um ponto um pouco mais ralo que o de geléia (pois, quando esfria, a pasta fica mais consistente). Deixe esfriar e guarde na geladeira. Essa receita dá, mais ou menos, 2 potes de geléia cheios e dura bastante!
    Sirva em um recipiente o cream cheese e a geléia por cima, como na foto. Delícia!

quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

Torta de Limão e Chá de Bebê

Não sei se vocês notaram, mas eu fiquei um bom tempo sem aparecer por aqui. É que eu me comprometi a fazer toooda a parte comestível do chá de bebê da minha tia Daniela, futura mamãe do meu futuro afilhado, Lucas! Então, como podem imaginar, foi uma loucura. Imaginem preparar, em 2 dias, comida para 30 pessoas, praticamente sozinha? Tenso! Mas, no final, deu tudo super certo! Todo mundo adorou, me elogiaram, fiquei super orgulhosa, hehe. Era a primeira vez que eu me comprometia a fazer algo desse tipo mas, no final das contas, deu certo!
A receita que eu vou passar é de uma torta de limão super prática que eu fiz para o chá, e fica muito boa! É de comer gemendo, como diz a minha mãe!

Torta de Limão 

INGREDIENTES:
- 1 pacote de bolacha de maisena
- 2 colheres (sopa) rasas de margarina
- 5 limões
- 2 caixinhas de creme de leite/ 1 lata de creme de leite sem soro
- 1 lata de leite condensado
- 1 xícara de açúcar de confeiteiro
- 3 claras em neve

PREPARO:
    Massa: Triture o biscoito de maisena no liquidificador até virar farelo, sem deixar nenhum pedaço. Junte com a margarina, amasse bem com a mão, até virar uma massa homogênea. Espalhe-a sobre a travessa retrataria ou forma de fundo removível. Leve a massa ao forno, à 180°C, por uns 20 minutos.
    Recheio: Bata no liquidificador o leite condensado, o creme de leite e o suco dos limões, e coloque por cima da massa de biscoito. Antes de espremer os limões, raspe a casca de 3 e reserve.
    Cobertura: Bata as claras em neve, adicione um pouquinho do suco de limão e 1 xícara de açúcar de confeiteiro. Bata tudo até virar um marshmallow. Coloque por cima da torta com o bico para confeitar.
    Leve ao forno (180°C) até as pontinhas da cobertura dourarem, jogue as raspas de limão por cima e coloque no congelador. Espere a torta estar bem fria, quase congelada, retire da forma e sirva.

Dica: Vá misturando a margarina aos poucos! Há algumas bolachas maisena que já são gordurosas, portanto não precisam de tanta margarina! É só ir medindo no olho mesmo.

Obs.: Não pode demorar muito mais de um dia para comer porque, se não, o soro do creme de leite começa a derreter a massa de bolacha! Mas não tem problema, já que essa receita, geralmente, não dura nem 20 minutos! Haha
Essa receita fica PERFEITA, e até quem abomina a cozinha consegue fazer! Geralmente, eu faço umas mini tortinhas, que ficam simplesmente adorareis, mas como essa era pra muita gente, preferi fazer a grande mesmo (menos trabalho... hehe). Espero que gostem!

Fatias Húngaras (Rosca)

O bom dessa receita é que rende bastante! É super gostosa, consideravelmente fácil (depois de abrir a massa daquele rondelle, tudo fica fácil... hehe), e é ideal pra fazer quando chega visita em casa para passar o fim de semana! As rosquinhas são ótimas, eu amei! Elas ficaram parecendo mesmo rosquinhas de padaria, e todos me elogiaram! É gostoso e ainda dá para fazer bonito pros convidados! Super aprovado!





Fatias Húngaras (ou Forrózinho)

MASSA:
- 1 ovo
- 1 copo de 250 ml de leite morno
- 5 colheres (sopa) de açúcar
- 1/4 copo de óleo
- 10 gramas de fermento biológico seco (1 saquinho)
- 500 gramas de farinha (talvez um pouco mais)

RECHEIO:
- 100 gramas de coco ralado
- 1 lata de leite condensado

CALDA:
- 3/4 de xícara de leite
- 4 colheres de sopa de açúcar
- coco ralado, para polvilhar

    Para fazer a massa, dissolva o fermento no leite morno (não adianta ser leite frio, se não o fermento não dissolve), acrescente o ovo, o açúcar e o óleo e misture bem. Você pode misturar tanto na mão quanto na batedeira. Depois, acrescente a farinha e misture com as mãos, até não grudar mais (pode usar mais de 500g de farinha, de necessário). Deixe descansar por uns 20 minutos. Eu usei o truque da bolinha de massa, mas o tempo é mais ou menos 20 minutos mesmo! Enquanto descansa, misture bem os ingredientes do recheio.
    Divida a massa em três partes e abra-as com o rolo, fazendo um retângulo. Espalhe o recheio por cima e faça um rolo bem fino e comprido. Lembre-se: quanto mais recheio, mais gostosa e molhadinha fica a rosquinha! Corte em fatias e coloque-as em uma forma coberta com papel alumínio ou papel manteiga.
    Deixe descansar por mais 15 minutos e leve para assar por, mais ou menos, 30 minutos, à 180°C. Faça a calda, misturando tudo, até os grãos de açúcar se derreterem no leite. Não vai ao fogo.
    Quando já estiverem assadas, retire do forno, jogue a calda nas rosquinhas e salpique com um pouco de coco ralado.





PS.: Para quem não sabe, o truque da bolinha é o seguinte: é só fazer uma bolinha pequena com a massa, mais ou menos do tamanho de uma bolinha de gude, e colocar num copo d'água. Ela vai afundar. Quando ela boiar, significa que a massa já cresceu! Super simples!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...